Estância Velha, 31 de Agosto de 2015
 
   
 
 
 

ABQTIC

ABQTICENCICLOPÉDIA DO COUROPUBLICAÇÕES
NOTICIASECONOMIA E MERCADO 
 
NOTICIAS
EVENTOSESPAÇO ASSOCIADOPROFISSIONAISAGENDACONTATO
 
 
     
Anterior
Próximo
     
25 Agosto - 08:20

Primeira semana do Blitz Lei do Couro em São Paulo já teve 700 lojas verificadas

Cinco regiões da Grande São Paulo já foram verificadas pelo Blitz Lei do Couro desde que o projeto foi iniciado na cidade, em 17 de agosto. Até o momento, foram checadas lojas nos bairros: Brás, Centro, Faria Lima, Jardins e Higienópolis. Também foram avaliados os seguintes shoppings: Pátio Paulista, Pátio Higienópolis, Frei Caneca e Center Norte.
 
O Blitz Lei do Couro é uma iniciativa do Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB). A ação consiste em conferir a forma como lojas e centros comerciais anunciam seus produtos, já que a Lei 4.888/65 estipula que somente podem ser denominados como feitos em couro os produtos oriundos de pele animal.

Conforme o coordenador do projeto, Ricardo Michaelsen, na primeira semana das blitzes em São Paulo a equipe do CICB passou por 700 lojas. "Em 140 delas encontramos algum tipo de irregularidade. Muitas ainda utilizam termos errôneos como `couro ecológico’, `couro sintético’ e `couro fake’, o que não apenas infringe a lei, mas também fere o Código de Defesa do Consumidor", diz. "Ainda assim, comparando a cidade a outras dos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás e Mato Grosso, por onde também passamos, a média de inadequações é menor", comenta.
De caráter orientativo, o Blitz Lei do Couro São Paulo se estende até meados de outubro. Sua proposta é esclarecer a lojistas e consumidores as diferenças entre o couro, matéria-prima considerada nobre, e outros materiais. "À medida que vendedores e clientes têm claro que couro só existe um, as formas de se referir a sintéticos e afins mudam e a adequação à Lei 4.888/65 ocorre de forma espontânea", observa.

São Paulo é o principal fornecedor de roupas, calçados e acessórios de vários estados brasileiros. "Se levarmos em conta que o município abastece pequenos e médios lojistas de todo o país, entendemos a importância da ação na cidade, já que ao informarmos os comerciantes locais ampliarmos o alcance das blitzes a diversas partes do país", reflete.

Veja mais sobre o projeto em http://cicb.org.br/leidocouro

O coordenador do projeto Blitz Lei do Couro, Ricardo Michaelsen, está disponível no telefone: (51) 9957 5411.

Fonte: Imprensa CICB
 
 
 
 
 
Associação Brasileira dos Químicos e Técnicos da Indústria do Couro
(51) 3561.2761 | abqtic@abqtic.com.br | Rua Gregório de Mattos, 182 | Estância Velha | RS | Brasil